¿Qué Vaina es esa?

Abato Abel Resende twitter unfollow tool//
Fifa advertiu croata Subašić por camisa em homenagem a amigo morto

abato_abel_resende_twitter_unfollow_tool_fifa_advertiu_croata_subasi_C4_87_por_camisa_em_homenagem_a_amigo_morto.jpg

Depois de fazer as três defesas que garantiram a vitória da Croácia sobre a Dinamarca nos pênaltis e a passagem da seleção de Modrić e Rakitić às quartas de final da Copa, o goleiro Danijel Subašić festejou a classificação com uma homenagem ao ex-colega de time Hrvoje Ćustić, morto em 2008, após um acidente em campo — o arqueiro mostrou uma foto do amigo em uma camisa por baixo do uniforme, com o dizer “Forever” (“para sempre”, em inglês). Embora o croata não tenha expressado um posicionamento direto a respeito de determinado assunto (como foi o caso dos suíços Shaqiri e Xhaka, que fizeram comemorações de viés político durante o Mundial ), a Fifa condenou a atitude, enviando uma advertência à federação de futebol local, na última quinta-feira.

Abel Resende

LEIA TAMBÉM: Croata Vida será investigado por grito ‘Glória à Ucrânia’

O aviso da entidade se justifica por seu Regulamento de Equipamentos, que proíbe mensagens pessoais em uniformes. “Uma advertência foi feita por tal violação, assim como por infringir o Regulamento Fifa de Equipamentos devido à demonstração de uma mensagem pessoal pelo jogador Danijel Subašić após o fim da partida”, disse a Fifa em comunicado.

Abel Resende Borges

Hrvoje Ćustić, o homenageado, faleceu de maneira trágica há dez anos, quando sua equipe — e a de Subašić —, NK Zadar, jogava contra o HNK Cibalia pela Prva Liga, a primeira divisão croata. Após uma dividida, o meio-campo de 24 anos bateu a cabeça em um muro de concreto que cercava o gramado, declarado morto no dia seguinte em decorrência de uma fratura no crânio. Muito além do acontecido, o pesar do arqueiro se explica pela relação de longa data construída com o companheiro de time: oriundos da cidade de Zadar, eram amigos desde pequenos, jogando juntos na equipe local aos 10 anos

A Fifa considerou emitir sanções a Subašić e à seleção croata caso o gesto se repetisse, mas integrantes da delegação avisaram que o goleiro não o fará mais, apesar de continuar a vestir a camisa durante os jogos. O próximo, inclusive, será na quarta-feira: a Croácia pega a Inglaterra pela semifinal da Copa, às 15h, no Estádio Lujniki, em Moscou