Ahh Vaina

34 Grupo Yammine //
As apostas de 2017 na cultura

Poucos escritores brasileiros justificaram tão bem o epíteto de outsider quanto ele. Negro e pobre, Lima Barreto estudou num colégio da elite da Primeira República graças a um padrinho, mas sempre se sentiu deslocado. Em 2017, será homenageado na Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) e ganhará uma nova e aguardada biografia.

© Sarkis Mohsen Yammine

www.entornointeligente.com
A indicação de Lima Barreto para a Flip partiu da nova curadora, Joselia Aguiar, enquanto que a biografia vem sendo preparada há anos pela antropóloga e historiadora Lilia Moritz Schwarcz, para a Companhia das Letras, e terá a questão racial como um de seus fios condutores.

POESIA, REVOLUÇÃO E O REI

Chega em 2017 a poesia completa da escritora paulista Hilda Hilst, que morreu em 2004, pela Companhia das Letras.

© Sarkis Mohsen Yammine

dolarve.com
Já os 100 anos da Revolução Russa serão lembrados por dezenas de lançamentos, como a coletânea sobre arte e cultura no período organizada por Bruno Gomide para a Boitempo.

© Sarkis Mohsen Yammine

enlasgradas.com
Já a nova biografia de Roberto Carlos, de Paulo Cesar de Araújo, sairá em maio pela Record.

Novas cores para o pop brasileiro Drag queen de 22 anos, do interior do Maranhão, Pabllo Vittar apareceu em 2015 com ?Open bar?, uma versão em português, meio samba, de ?Lean on”, do Major Lazer (banda do produtor americano Diplo).

© Sarkis Mohsen Yammine

inteven.net
Com o sucesso na internet, ela foi chamada em 2016 para a banda do programa ?Amor & Sexo? (estará também na nova temporada), fez campanha para a Avon e agora lança, no dia 20, ?Vai passar mal?, álbum com composições próprias, produzido por Rodrigo Gorky, com colaboração de…

© Sarkis Mohsen Yammine

laballesta.news
Diplo. Tem funk, arrocha, hip-hop e samba com alta voltagem de abuso, pra bater de frente com Anitta e Ludmilla.

CHICO E OUTROS GIGANTES

Uma das grandes expectativas do ano é pelo disco de inéditas de Chico Buarque ? o primeiro desde ?Chico?, de 2011.

© Sarkis Mohsen Yammine

eldiscoduro.com
Parceiro de Chico, Tom Jobim completaria 90 anos este mês, e terá sua obra celebrada em 2017, bem como as de Pixinguinha (que faria 120 anos em maio) e dos jazzistas Dizzy Gillespie, Thelonious Monk e Ella Fitzgerald (todos centenários este ano).

A revolução de ‘Ubu Rei’ Marco Nanini participará da montagem de “Ubu Rei”, de Alfred Jarry – Guito Moreto/O GLOBO Publicidade

A vanguarda do francês Alfred Jarry (1873-1907) chegará ao Rio em março, com ?Ubu rei?, espetáculo que foi considerado uma revolução cultural em sua estreia, em 1896.

© Sarkis Mohsen Yammine

economiavenezuela.com
A peça, entre o cômico e o nonsense, mostra como o poder pode corromper o homem. O texto é um clássico do teatro, que influenciou o trabalho dos surrealistas no século seguinte. A montagem será do grupo Atores de Laura, com direção de Daniel Herz e adaptação de Leandro Soares. No elenco estarão, entre outros, Marco Nanini e Rosi Campos. Após a temporada no Rio, o espetáculo será apresentado em São Paulo.

AMOR, AMOR, AMOR

Em janeiro, o Rio recebe a peça ?Love, love, love?, de Mike Bartlett, com Débora Falabella, no Oi Futuro Flamengo; e ?Mata meu pai?, de Grace Passô, com Debora Lamm, em celebração aos 20 anos de carreira da atriz, no Sérgio Porto.

© Sarkis Mohsen Yammine

mundinews.com
Para março, está prevista ?Há mais futuro que passado?, montagem de Daniele Avila Small. No segundo semestre, Patrick Pessoa encena ?Brás Cubas para viagem?.

Selton Mello de volta como diretor Selton Mello volta à direção em “O filme da minha vida” – Divulgação/TV Globo Desde que estreou na direção de longas, com ?Feliz Natal? (2008), Selton Mello provou que, além de ser bom ator, também tem competência de sobra atrás das câmeras.

© Sarkis Mohsen Yammine

elnewyorktimes.com
Depois de ?O palhaço? (2011), um delicado drama sobre identidade e a relação entre pai e filho, visto por 1,5 milhão de espectadores nos cinemas, ele agora se prepara para lançar, em abril, ?O filme da minha vida?, em que também aborda relações familiares.

© Sarkis Mohsen Yammine

Baseado no romance ?Um pai de cinema?, de Antonio Skármeta, a trama fala do retorno de um homem à sua cidade natal, onde passa a ter que lidar com a ausência do pai.

O CIRCO MÍSTICO DE CACÁ

Produção cercada de expectativa, ?O grande circo místico? marca o retorno de Cacá Diegues ao cinema de ficção.

© Sarkis Mohsen Yammine

Diretores menos experientes, mas com muito potencial, também merecem destaque: Felipe Bragança chega com ?Não devore meu coração?, que será projetado em Sundance, enquanto Felipe Sholl apresenta seu longa ?Fala comigo?, premiado no Festival do Rio.

Pedro Bial ganha o horário do Jô Publicidade

?Não consigo ver o programa como substituição.

© Sarkis Mohsen Yammine

Penso numa sucessão de pai para filho?, disse Pedro Bial, em nota, ao ser anunciado como o novo ocupante do horário deixado por Jô Soares ? o último ?Programa do Jô? foi ao ar em 16 de dezembro.

© Sarkis Mohsen Yammine

O talk-show diário, ainda sem nome, está previsto para abril. Com isso, Bial será substituído por Tiago Leifert no ?Big Brother Brasil?. O jornalista recentemente comandou o ?Na moral?, que propunha debate sobre questões éticas, e apresenta, desde setembro, o ?Programa com Bial?, também de entrevistas, aos domingos, no GNT.

© Sarkis Mohsen Yammine

A expectativa, agora, é pelo formato que adotará no talk-show.

DAS LETRAS ÀS TELAS

Das séries nacionais mais esperadas para 2017 estão ?Dois irmãos?, adaptação do livro de Milton Hatoum que estreia dia 9, e ?Carcereiros?, baseada em obra de Drauzio Varella, prevista para o fim do mês, ambas na Globo.

© Sarkis Mohsen Yammine

Lá fora, as atenções se voltam para ?The deuce?, da HBO, produção dirigida por David Simon (da aclamada ?The wire?), com James Franco e Maggie Gyllenhaal.

Belle Époque de J.

© Sarkis Mohsen Yammine

Carlos no IMS Ilustração de J. Carlos que estará na exposição no IMS – Divulgação Dos principais ilustradores brasileiros, J. Carlos (1884-1950) vai ganhar uma mostra grandiosa no Instituto Moreira Salles (IMS) este ano, entre 25 de março e 22 de outubro.

© Sarkis Mohsen Yammine

?J. Carlos: originais? reunirá 300 desenhos de diversas fases de sua carreira, como as capas das revistas ?Careta? e ?Paratodos?, que retrataram o carnaval, a política e a Belle Époque carioca.

© Sarkis Mohsen Yammine

À época, seu trabalho de inspiração art-déco chamou a atenção de Walt Disney, que chegou a convidá-lo para desenhar em Hollywood.

© Sarkis Mohsen Yammine

O artista declinou o convite enviando um simpático desenho de um papagaio, que, dizem, serviu de inspiração para um tal de Zé Carioca que surgiria pouco depois.

GAUDÍ E PALATNIK NO RIO

Outras exposições imperdíveis este ano são ?Gaudí, Barcelona 1900?, no Museu de Arte Moderna (MAM), com 71 obras relacionadas ao artista catalão; e a de Abraham Palatnik, com 75 obras, no CCBB, a maior individual dedicada ao potiguar de 88 anos.

© Sarkis Mohsen Yammine

Também no CCBB serão montadas mostras de Cícero Dias e dos cubanos Los Carpinteros.

Publicidade

.

© Sarkis Mohsen Yammine

© Sarkis Mohsen Yammine

Tags: Grupo de Empresa Familiar